PIPA Global Investments agora se chama NEXTEP Investimentos.

Home  >>  PIPA Global Investments agora se chama NEXTEP Investimentos.

PIPA Global Investments agora se chama NEXTEP Investimentos. Gostaríamos de compartilhar com vocês uma mudança em nossa empresa, que não altera de forma significativa nossa relação com os clientes ou aqueles com quem temos compartilhado nossa trajetória. Seguindo o caminho natural, mudamos o nome, mas o compromisso com a excelência permanece.

Em 2009, quando decidimos apoiar o cenário de arte contemporânea no Brasil, buscamos em nossa origem o nome que daríamos à instituição que passou a organizar um prêmio anual a artistas emergentes e se dedicaria a apoiar, documentar e promover a arte contemporânea brasileira. O Instituto PIPA é hoje uma entidade reconhecida no setor, expandindo seu alcance para  a cena internacional e percorreu esse caminho com incansável dedicação, sólido compromisso e uma clara consciência de sua responsabilidade com aqueles à sua volta. Foi, portanto, uma decisão natural escolher o mesmo nome quando decidimos concentrar nossa atividade de gestão em nosso fundo de ações global. Ambos compartilham os mesmos valores, princípios e atitude em relação a tudo que fazemos.

Passados mais de 10 anos, o alcance do Instituto PIPA já inclui segmentos comuns ao gestor de investimentos e, nesse contexto, um nome compartilhado não consegue transmitir e reforçar o propósito de cada instituição, gerando uma certa confusão. Por isso, em nome da transparência, estamos em um processo de mudança de nossa marca.

NEXTEP Investimentos é um nome que exprime nosso estado natural de curiosidade e o contínuo compromisso em buscar sempre uma perspectiva que possa ser mais útil para nossos clientes. Cuidaremos para que essa mudança seja tão suave quanto possível e temos confiança que assim será. Afinal, muda o nome mas os fundamentos que sempre nos guiaram permanecem os mesmos. Não mudaremos o nome dos fundos já existentes nesse momento, nem os princípios de sua gestão, pois o objetivo permanece o mesmo: buscar apreciação do capital em períodos de cinco anos através de uma criteriosa escolha de empresas com gestão de comprovada competência e alinhada com os acionistas, sólida governança e posição competitiva privilegiada buscando se proteger das turbulências de mercado.